O que significa mangá?

O termo mangá define uma grande variedade de graphic novel e comics originalmente produzidos e publicados no Japão para diferentes demografias, como shonen, seinen, shojo, josei e kodomo, para falarmos apenas das mais correntes e mais conhecidas.
Significa na realidade banda desenhada, mas ao contrário de outros géneros europeus ou americanos os mangá são geralmente impressos a preto, em formato pequeno e só algumas edições especiais têm páginas extras a cores.
O mangá lê-se de trás para a frente e da direita para a esquerda, porque esta é a norma de leitura no Japão. Pode parecer estranho no princípio, mas rapidamente nos habituamos :). No Japão as histórias são normalmente publicadas capítulo a capítulo com uma regularidade semanal (pois é, os mangaká não têm uma vida fácil) em revistas como a Weekly Shonen Jump – que existe desde 1968, Weekly Young Jump, Weekly Shonen Magazine, entre outras.

Categorias de mangá
Shonen: mangá para maiores de 8 anos

Temas mais comuns: Ação, Aventura, Amizade, Crescimento.

Mangá Shonen significa muita ação e também comédia (ou seja divertimento).
A Weekly Shonen Jump e a Shonen Jump têm publicado alguns dos shonen mais populares dos últimos 30 anos, incluindo Naruto, My Hero Academia e One Piece.

O shonen defende a amizade, esforço e vitória e estes princípios encontram-se presentes em todas as histórias para esta demografia.
Amizade: heróis ou pessoas comuns que se rodeiam de amigos terão uma vida mais feliz, essas amizades ajudam o personagem a progredir na sua vida pessoal e a tornar-se mais forte para lutar contra os obstáculos e os inimigos.
Os amigos podem lutar em equipa, com um objetivo comum mais facilmente alcançável por não estarem sozinhos e proporcionam suporte emocional, ajudando-se uns aos outros a ultrapassar situações difíceis.
Esforço: representa o trabalho árduo, esforço dos personagens para atingirem determinado objetivo, que parece no início ser completamente impossível de alcançar. Durante estas histórias acabamos por assistir a um crescimento pessoal e incrível da força dos personagens, que nunca desistem e conseguem obter o que procuram.
Vitória: recompensa para todos aqueles que se esforçam e trabalham duro, sem nunca desistir. Os personagens principais conseguem (miraculosamente) ultrapassar as suas limitações, pôr de lado os obstáculos, tornar os seus sonhos realidade e divertem-se para o fazer. Podemos contar com finais felizes nestas histórias.

Séries Shonen premiadas

The Promised Neverland recebeu o Prémio Shogakukan para Manga Shonen, em 2017.
One Piece recebeu o Grande Prémio da Japan Cartoonists Association, em 2012. Mencionado no Livro de Recordes do Guinness como a série shonen com mais cópias publicadas do mesmo livro, por um único autor, em 2014.

Seinen: mangá para jovens adultos (+16 anos)

Temas mais comuns: Ação, Violência, Sexo, Temas adultos.

O seinen também têm histórias de ação ou aventura, mas normalmente com mais violência, contornos mais negros ou situações de caráter sexual.
As histórias para esta demografia têm normalmente como protagonistas personagens que nem sempre são heróis e para quem muitas vezes a realidade é bem dura. Séries de terror fazem parte de seinen, muitas vezes com histórias ficcionadas de personagens baseadas em fantasia. Séries seinen publicadas pela Devir: Monster, Tokyo Ghoul, Tokyo Ghoul:RE.

Shojo: mangá para raparigas adolescentes

Temas mais comuns: Romance, Drama, Crescimento.

Estas histórias são mais focadas nas emoções, drama e quase sempre em situações hipotéticas de romance. As capas de mangá shojo identificam-se facilmente pelas cores “femininas” como cor de rosa e utilização de imagens “fofinhas”. Um dos shojo mais conhecidos de todos os tempos é Sailor Moon, de Naoko Takeuchi, a história de uma menina de 14 anos que descobre ter reincarnado na legendária Sailor Moon, uma defensora do amor e justiça do reino Moon.

Josei: Manga mulheres adultas (+18 anos)

Temas mais comuns: Romance, Drama, Sexo.

Desenvolve histórias com temas mais maduros, que exploram relações românticas de forma mais profunda do que shojo. Alguns títulos podem incluir cenas de sexo explícito e podem ter protagonistas masculinos e femininos (ao contrário de shojo onde os personagens principais são maioritariamente femininas).

Kodomomuke: mangá para crianças

Séries divertidas, com uma moral da história (à semelhança das histórias infantis de tradição europeia). Pokémon ou Doraemon, são séries infantis famosas que se incluem nesta categoria.