Regressos são sempre um motivo de grande emoção para os fãs e com Tokyo Ghoul :Re a história não foi diferente!

Se a primeira parte de Tokyo Ghoul já tinha sido um grande sucesso internacional por ter conseguido juntar uma história empolgante com uma arte fantástica, a sua sequência não podia ficar atrás do seu antecessor…

Felizmente para nós, a sua qualidade permaneceu inalterada!

A segunda parte da grande narrativa escrita e desenhada por Sui Ishida começou a ser serializada na revista Young Jump no ano de 2014 e a sua história acontece dois anos após o fim dos acontecimentos do volume 14 da primeira série.

Nesta nova fase da história, Sui Ishida fez uma reformulação na estrutura da narrativa e aprimorou a sua arte, mas manteve as emoções ao rubro a cada volume!

Muitos de vocês certamente já fizeram a pergunta:
– ‘’Mas afinal, o que é que significa ‘Re’?’’

Não se sabe ao certo se foi uma ideia que veio diretamente da cabeça do autor ou do departamento editorial, mas ‘Re’ significa ‘Rei’ em várias línguas, como por exemplo, na língua maltesa!

Esta curiosidade é bastante realçada no capítulo 86 (do volume 8!), onde temos um paralelo entre esse mesmo termo e um pormenor bastante marcante para toda a história de Tokyo Ghoul:Re!

Como todos sabem, a indústria do mangá é muito competitiva e faz com que todas as obras em circulação mais cedo ou mais tarde sejam obrigadas a se reinventarem e a inovarem. Quando chegou a vez de Tokyo Ghoul:Re o fazer, tivemos um presente para os fãs mais fieis de todo o universo da obra!

Durante o decorrer da narrativa, várias personagens dos jogos para PS Vita – que até à data eram exclusivos dos videojogos– fazem várias aparições ao longo da história!